ENCONTRE AQUI

Salvador recebe tecnologia para mobilidade urbana inteligente

Projeto Cidades Inteligentes da ABDI moderniza o CCO e leva Inteligência Artificial para o monitoramento de tráfego urbano

CCOM | 08/12/2020

O Núcleo de Operações Assistidas (NOA) de Salvador, que monitora o trânsito da capital, será modernizado com novos equipamentos e a implementação de Inteligência Artificial em todo o sistema. A iniciativa é da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), no âmbito do Projeto Cidades Inteligentes, com a parceria da Prefeitura de Salvador. A primeira etapa do projeto foi entregue nesta terça-feira (8/12).

“É um prazer estarmos aqui na Bahia para fazer a entrega da primeira etapa de um projeto bastante importante para a ABDI. Um projeto de Cidades Inteligentes baseado na mobilidade urbana, com a utilização de tecnologias para a gestão de semáforos inteligentes”, disse o presidente da ABDI, Igor Calvet.

O memorando de entendimento entre a ABDI e a Prefeitura de Salvador foi assinado no dia 14 de setembro pelo presidente da ABDI e o prefeito ACM Neto. O investimento da Agência em equipamentos e tecnologias é de R$ 5 milhões. 

As tratativas foram iniciadas no ano de 2019, na ABDI, em Brasília, após visita do Deputado Federal João Roma, o Vereador Alberto Braga e do atual Presidente da Companhia de Governança Eletrônica de Salvador, Cláudio Maltez, conhecidos por serem defensores da inovação e tecnologia no serviço público, o que é um dos objetivos na transformação digital almejada pelo Prefeito ACM Neto.

“A ABDI só tem a agradecer essa parceria e essa oportunidade de implantarmos um projeto para trazer soluções para a mobilidade dos cidadãos”, afirmou o diretor de Desenvolvimento Produtivo e Tecnológico da ABDI, Carlos Geraldo, também presente na cerimônia de entrega da primeira parte do projeto.

Serão instalados 28 semáforos inteligentes, em nove cruzamentos de intenso fluxo de veículos e de comércio local. Os locais que receberão os equipamentos são Largo do Tanque, Largo do Retiro e Avenida General San Martin, que dão acesso a 34 bairros da capital baiana. “Essa tecnologia vai trazer grandes benefícios à fluidez dessa área”, disse Fabrizzio Martinez, superintendente de Trânsito de Salvador (Transalvador).

Os semáforos são capazes de identificar o número de veículos em cada uma das vias e liberar o fluxo de acordo com a demanda, e que independem de controle externo para variar a sua programação. Eles mudam, em tempo real e automaticamente, o seu método de funcionamento com o uso de inteligência artificial, criando uma rede de semáforos inteligentes cobrindo uma região. 

Outras 36 câmeras de reconhecimento de placas estarão dispostas em toda a cidade, auxiliando na gestão do tráfego, com um software que aponta as ocorrências usando inteligência artificial. 

“A Cogel se sente muito honrada nessa parceria com a ABDI, que tem como foco a tecnologia sempre centrada no cidadão”, afirmou Cláudio Maltez, diretor-presidente da Companhia de Governança Eletrônica do Salvador (Cogel).

Cidades do futuro

Os projetos de Cidades Inteligentes da ABDI envolvem a integração de tecnologias como Internet das Coisas (IoT), Big Data, Inteligência Artificial e Conectividade. A ABDI tem como missão disponibilizar tecnologia para o setor produtivo brasileiro e para os gestores públicos.